sábado, 11 de julho de 2009

Livro das mil e uma noites

Esta versão das mil e uma noites, uma tradução literal dos originais sírios e egípcios, feita pelo professor M.M. Jarouche, é um sonho para todo colecionador ou estusiasta da cultura do oriente médio. Se afastando da visão purista e decorosa da tradução mais famosa e difundida no mundo ocidental, feita pelo francês Antoine Galland no século XVIII, apresenta histórias recheadas do fabuloso e do volupioso.

O livro é maravilhoso, mantendo o encanto e senso fantasioso que atravessa gerações de leitores, mas puxando para o lado adulto das histórias, que contém relações amorosas, traições e ensinamentos morais.
Comprei-os para presentear minha namorada, os quais tenho lido da mesma forma que, talvez, eles tenham circulado nas arábias, espalhada por contadores de histórias oralmente.
Em cada livro, notas, comentários e anexos revelam a dificuldade de trabalhar com um texto tão complexo, mostrando diferentes sentidos das palavras, as particularidades de cada versão dos textos originais e contando a própria história do livro das mil e uma noites, esta já fabulosa o bastante. Algumas vezes o texto termina num hiato, apenas para atestar que a versão utilizada não possui o conto completo, mas sempre apresentando a complitude da obra nos anexos.
Enfim, é um livro que define todos os outros, uma história de amor que se desenvolve em incontáveis histórias, um dos mais belos títulos da literatura mundial (opnião de muitos). Um guia para o mágico e impossível, que esconde sabedorias universais.
Para concluir, parafraseando uma das passagens mais familiares do livro: "é absolutamente imperioso" ler este livro!

O que é Masmorras da Mente?

Aqui você encontrará informações e reflexões sobre RPG e Espada e Magia, com um destaque para Dungeons & Dragons e "Old School Gaming". Puxe sua caneca e seja bem vindo!